Will and Grace s01e15 Episode Script

Big Brother is Coming: Part II

Will? Ei.
Eu pensei que você fosse arrumar isso aqui.
Eu tinha que lavar o rosto e não queria lavar com as mãos sujas.
-Você não estava na casa do Jack? -Eu estava.
Ele está na maior neurose por fazer 30 anos.
No melhor estilo Greta Garbo.
Ele fica com uma mão na cabeça e uma camisola cheia de plumas molhada de lágrimas.
Por que você voltou? Ele queria que eu pegasse o presente de aniversário dele.
Ah, está aqui.
lsso vai animá-lo.
Com uma coisa interessante na ponta, ele vai pular um metro.
''Pule, Jack.
Pule.
'' -Desculpe, você estava dormindo? -Estava.
Você está vermelha.
É que eu estava sonhando.
-Um sonho erótico.
-Não.
Aliás, era bem surrealista.
Eu estava num navio pesqueiro e eu Sabe, virei uma galinha.
Eu vou voltar para a casa do Jack e venho para cá bem tarde.
-Está bem.
-Está bem.
Tem alguma coisa errada em eu me sentir bem com isso? BRlGA EM FAMÍLlA SEGUNDA PARTE -Oi -Oi.
Quem é que adora você A Grace Adler.
Pois ela parou na padaria do Mendel e comprou três coisas para você com no nome.
E um light para mim.
Meu favorito: Bolinho de catarro.
Deixe na cozinha para mim, obrigado.
-Will, eu preciso falar com você.
-Espere aí.
Eu estou conversando com o dentista.
Ele quer saber com que artista eu pareço.
Quem é o ''Advogado Gostoso''? Já existe um ''Advogado Gostoso''.
Queria falar alguma coisa? Sim.
Sim.
Sim, eu quero.
Tá legal, muito bem Sabe quando, às vezes, você faz algo e se mete num enrosco e você sabe que é roubada mas você não percebe até que ponto vai essa roubada, até chegar no fim? Claro, foi assim que ''Footloose: O Musical'' foi feito.
-Você fez sexo.
-Não.
Não? Eu estou sentindo.
Não, não.
Deve ser só porque -eu fiz sexo.
-Sua taradinha.
É! Mas quando? Não, não fale.
Eu quero adivinhar.
Ontem, fizemos a festa Só tinha gay, exceto o meu irmão.
-Meu Deus.
-Will.
Meu Deus.
Meu Deus! Não foi na festa.
Já sei, foi o cara da quitanda do Balducci.
-Como é? Não.
-Não adianta mentir para mim porque eu vi a paquera com ele.
''Por favor, moço, essas frutas estão frescas?'' Grace, sua malandrinha.
-Não foi com o cara da quitanda.
-Não foi? Não.
Foi Meu Deus, recebi um e-mail.
Ele citou Nietzsche.
Será que ele é pretensioso ou só profundo e inteligente? Já sei.
Vou mandar uma frase da autobiografia de Joan Lunden e ver se espanto o cara.
Então? Com quem foi? Foi com Ele mordeu a isca.
Nossa, ele quer me conhecer.
Será que eu topo? Quero dizer, ele é dentista.
Vai nessa, talvez ele seja gostoso.
-Desculpe, você estava no meio -Não, não, não.
Não tem erro.
-Depois, a gente conversa.
-Mas eu estou a fim de saber.
-É que eu estou concentrado aqui -Não.
Tá limpo.
Conversamos depois.
Eu vou até a quitanda do Balducci.
Quer que eu traga alguma coisa? O vendedor.
Ah, esse você já pegou.
O Jacobs precisou cancelar hoje e eu remarquei para amanhã à tarde.
Você pode ligar e marcar um horário só para saber se ele não O que foi? Você transou.
O quê? Como você Será que está tão na cara assim? Eu não entendo.
-Como todo mundo percebe? -Todo jogador de pôquer é contador.
E por falar nisso, com quem foi, hem? Não foi com ninguém que você conheça.
-Foi com o Sam.
-Meu Deus.
Eu vou embora antes que você descubra todos os detalhes -do que rolou ontem à noite.
-Meu bem, pare com isso.
Seria impossível descobrir todos os detalhes.
-Só sei que foram duas.
-Ah, meu Deus! Certo.
Vou tomar um café.
Pode me trazer uma rosquinha bem gostosa.
Nenhuma palavra.
Nenhuma palavra para ninguém.
Certo, querida, como quiser.
-Não direi nada para ninguém.
Eu -Jure.
Jure pela sua mãe Pelos seus enteados Pelas suas jóias.
Está bem, eu juro.
Bom dia, coisa linda.
Meu Deus.
Eu estou com 30 anos.
Sabe o que é isso em anos gays? Eu estou acabado, derrotado, virei uma tiazona.
E esse gorro, querido? O cabelinho está rebelde hoje? Karen, eu estou de luto pela minha vida.
Eu entendo, fofo.
E se eu não tivesse passado o meu creme anti-rugas você perceberia a minha expressão de pena.
Eu estou com 30 anos e não fiz nada de bom na vida.
Nada que preste.
Não fiz nada.
Eu nunca vou ser feliz na minha vida de novo.
Meu bem, eu tenho uma fofoquinha.
Mas que droga! Eu não posso contar.
Karen, é a minha felicidade que está em jogo.
Se aconteceu alguma tragédia ou alguma sacanagem eu quero saber! Fofo, eu não posso contar.
Prometi que eu não ia falar nada.
Filha, faça algo para quebrar a promessa.
Faça mímica, sei lá.
Meu bem, eu já sei, eu já sei É o juramento das escoteiras? Não, é para você adivinhar.
-Certo.
Certo.
-Não posso trair a confiança dela.
-Três palavras.
-Vamos lá.
A primeira palavra se parece Cabeça, olhos, nariz, rosto Rosto! Parece rosto.
Rosto, chosto, nosto, costo, osto Querido, essas palavras não existem.
-Está bem, vamos lá.
-Rosto, encosto.
Ah, Meu Deus.
Espere.
Espere.
A Grace.
Certo, segunda palavra.
lsso.
Espere Tudo bem, entendi.
Tá legal.
E com quem a Grace -Está bem.
-Terceira palavra.
Espere, como é que eu faço? -Está bem, está bem.
Sam.
-Sam? Meu Deus! A Grace transou com o Sam? Sou jovem de novo! Sou jovem de novo! Sou jovem de novo! E você está saindo com alguém ou vai esperar o divórcio sair? Na verdade, eu saí.
Eu estou saindo.
Que legal.
Fale sobre ela.
O que essa pessoa faz? Como ela é? Ela tem coxas musculosas, ombros largos quer dizer, você gosta dessas coisas ou sou só eu? Só você.
-Sam, oi.
-Oi, Grace.
Que bom que você voltou.
Eu quero a sua opinião.
Eu vou tomar um café com o dentista cibernético daqui a uma hora.
Será que isso é loucura? Será que é uma má idéia? Eu jamais julgaria o que você faz com a sua vida amorosa.
Não importa quem seja.
Saia com quem quiser.
Transe com quem quiser.
Só quero que seja feliz.
Obrigado.
Bom, agora, crianças, eu vou pedir licença para vocês.
Eu vou cuidar dos meus dentinhos.
-Você não ia contar para ele? -Eu tentei, não deu.
Conte você.
Grace, você não me contou quem era o cara.
-Depois eu conto.
-Está bem.
Tomara que role alguma coisa comigo para eu alcançar vocês.
Você saiu com alguém e o Sam também saiu.
Eu não acredito nisso.
Will, você está espumando pela boca.
Como você teve coragem? Em geral, ou nessa situação, em particular? Sem piada.
-Will, eu sinto muito.
-Foi um acidente.
Um acidente? E como foi isso? Desculpe, eu escorreguei e caí várias, várias e várias vezes.
-Sei que é meio esquisito.
-lsso não é esquisito, Grace.
Gays republicanos são esquisitos.
-lsso é loucura! -Will, por favor.
Nós podemos lsso é bem coisa sua, Sam.
Você aparece na minha vida e vai se servindo de tudo.
-Nada mudou.
-Talvez não devêssemos contar.
Você queria o maior quarto e ficou para você.
Queria o carro do papai e ficou para você também.
E agora, a Grace.
Só tem uma coisa, amigo.
Não pode ficar com ela porque ela é minha.
-Com licença.
-Foi só uma noite.
-Sério? Foi só uma noite.
-Está bem, foram duas vezes, mas Pare! O que você quer que eu diga? Que não vai entrar no meu quarto e pegar os meus brinquedos.
Seus brinquedos? Eu sou um brinquedo? Então, Will, me diga: Onde vão as pilhas? Não, você está nervoso.
Não responda.
Will, Will.
Eu já pedi desculpas.
Não precisa bancar o possessivo e dominador, está bem? Eu não sou possessivo nem dominador.
É o que o Sam não pode ficar com você porque você é minha.
Como eu sou boba! Vivi esse tempo todo iludida achando que eu era a dona do meu nariz.
Você está exagerando.
É? E você me traiu.
E o fato de você não entender o meu lado só piora as coisas.
Até que não foi tão ruim.
Pode uma coisa dessas? ''Ela é minha.
'' Sou propriedade dele.
Por acaso, ele virou algum Sultão das Arábias? Meu bem, o que aconteceu com o seu cabelo? Parece que o Tico e o Teco andaram por aí.
Quem é você para falar, Mulan? Bom, muito bem, Grace.
Se quer mesmo saber, eu acho Eu acho que a questão aqui é outra.
Está bem, está bem, talvez o momento tenha sido errado, mas talvez Como eu posso dizer isso? Eu acho que transou com o Sam porque ele é um Will que mexe nos seus peitinhos.
Como é? O quê? Mas Acha que transei com o Sam porque ele é uma versão hetero do Will? Que coisa ridícula.
Karen, Karen, eu transei com o Sam -porque ele é bonito -O Will também.
-inteligente.
-O Will também.
-engraçado.
-Você acha que o Will é.
Chega.
O lance não teve nada a ver com o Will.
Meu bem, eu não estou julgando-a.
Afinal de contas qual a mulher que não gosta que mexam nos seus peitinhos? Pare de falar peitinhos.
Está bem? Está bem? Olhe, você está redondamente enganada.
Você ficou louca, você tem uma vida muito estranha.
Eu não sei nem quem é você.
Peitinhos.
WlLL TRUMAN, ADVOGADO Ei, eu não quero patas sujas nem surpresas no meu tapete.
Klaus Von Puppy é limpinho e educado.
Não estava me referindo ao cachorro.
Já entendi, está trabalhando no caso mais dif´icil, ''Will vs.
Vida''.
-Está sabendo? -É, eu estou.
Desembuche, bonita.
Eu tenho olhos para ver ouvidos para ouvir e uma cabeça para concordar com sabedoria.
Pode falar, você está no ar.
O que me deixa louco é que ele pensa que pode chegar na minha vida e se servir à vontade.
E o pior é que quer que eu ainda fique contente, mas eu não fiquei.
-Mas é claro que não, ela é sua.
-Obrigado.
Eu já terminei um montão de relacionamentos porque a pessoa não conseguia perceber que ela era minha.
É.
O quê? Não.
Olhe, o meu lance com a Grace é bem diferente do seus casinhos passageiros.
Não, não é.
É a mesma coisa.
A Grace é sua.
Assim como você é meu, não é, Klaus bebê? Eu decido quando ele come, quando ele sai quem ele cheira e quando ele corta as unhas, como você e a Grace.
Não, não foi isso que eu quis dizer.
Eu sei que a Grace não é minha.
E ela pode cheirar quem ela Vá embora, Jack.
Está bem, mas quer saber de uma coisa? Vou dizer só uma coisinha.
Eu acho que está nervoso assim porque está com inveja do Sam.
O quê? Está na cara.
Você gostaria de dormir com ela.
Que piração.
Piração mesmo, Will.
O que é isso? Admita.
No fundo, você queria ter a Grace desse jeito.
Abraçar, dar uns beijos, sentir o perfume dela escorregar as mãos por trás Desculpe, apague o que eu falei.
Ellen, querida, pode trazer um sal de frutas, por favor? Não sei como os heteros fazem com os negócios aqui e aqui.
Eu também não sei, Jack.
Mas um dia eu lhe ensino como se chama isso.
Bom, para finalizar, você está com ciÚmes.
Não da parte nojenta do sexo, mas do fato do seu irmão conhecer um lado da Grace que você nunca conhecerá.
Eu não estou certo? -Está vendo o quê? -Uns exercícios.
Sei lá, estão pulando pra caramba.
Acho que esse deve ser o ''Canal do Pulo''.
Por quê? O controle está ali e eu estou aqui.
-Sou seu brinquedo.
-Eu sei, eu sei, eu sei Desculpe-me.
Eu não quero fazer tempestade num copo d'água.
Precisamos rir e chorar para chegarmos num acordo? Não, podemos encurtar isso.
-Você está bem? -Estou.
E você pode sair com quem você quiser.
Mesmo que seja alguém da minha árvore genealógica.
Eu vou trocar de roupa porque eu estou fedido e depois, eu vou sentar no sofá com você e ver Lifetime.
-Vai passar o filme da Michele Lee.
-Que filme é esse? ''Não Vou Viajar Sem Minha Filha Porque Tenho Um Tumor Cerebral, Mas Não Ache Ruim Você É Um Bêbado.
'' Beleza.
-Oi.
-Oi.
Eu estava no Village e pensei ''Se eu tomar dois metrôs, um ônibus e andar mais seis quadras, vou estar perto da casa dela.
'' -Tudo bem? -Sim.
Tudo bem.
Está a fim de sair? Acho que não.
Hoje ou nunca, certo? É uma situação esquisita.
Parece que eu estou violando um dos mandamentos.
Não cobiçarás o irmão sumido do seu melhor amigo gay que apareceu de novo.
Não conheço esse mandamento.
Eu só li até o décimo.
Bom, então, eu vou indo.
Tomara que o Will saiba a sorte que ele tem por ter você.
Ele sabe.
Ligue para o seu irmão.
Escute, sabe o que o Jack falou? Falou que eu estava com ciÚmes do Sam porque ele podia transar com você e eu não.
A Karen falou que eu transei com o Sam porque ele é uma versão heterossexual de você.
Será que temos que conversar sobre isso? Vamos encurtar a conversa? Grace, quer transar comigo? Não vai dar.
Não transo com gays.
Esse é o problema.
Eu transo.